sábado, 7 de agosto de 2010

O sistema actual do Mundo e a mudança do mesmo


De facto tudo na Vida Muda, a Vida é pura Mudança. Porém os tempos que se avizinham mostram-nos sinais de uma mudança em escala, uma mudança que irá mudar o sistema actual de forma definitiva.

O sistema que actualmente o Homem utiliza para gestão e funcionamento das sociedades no Mundo está entrar em colapso, os pilares que se construíram em prol de uma sociedade moderna, foram construídos em solo movediço, e a sustentabilidade do mesmo está a mostrar os primeiros sinais evidentes de ruptura.

É em base e fruto de um passado que o sistema actual existe. Toda a história usufruiu e experimentou as directrizes em tempos delineadas de como viver a vida em sociedade.

A História mostra-nos também que o seu exercício no passado nem sempre foi em benefício do colectivo mas sim de uma pequena parcela. Prova disso foram as inúmeras guerras que se travaram em prol do poder que por sua vez dizimaram milhões de habitantes. Outro factor óbvio e claro que acompanhou toda a história deste sistema económico e social foi o desequilíbrio que o mesmo reflectiu na Vida de todos aqueles que habitaram este Planeta, classificando e rotulando assim a sociedade em estratos sociais, tais como: “Classe alta, classe média, e classe baixa”.
O elevado índice de Pobreza num Mundo que se auto classificou como um Mundo Moderno sempre existiu, e o sistema parece nunca ter conseguido fazer frente a resolução do mesmo.

A competição foi também adoptada como um parâmetro normal e funcional no sistema actual. A verdade é que, o conceito de competição significa aniquilação de uns em prol da mais-valia do outro.
O sacrifício também este, um conceito deveras enraizado na mentalidade do Homem, é também uma forma de viver a Vida que não serve á Vida, pela simples razão que o mesmo implica a acção de esforço em prol de um ganho, um esforço que têm conduzido o Homem a uma Vida intitulado por muitos como sobrevivência.
Como se isto não bastasse temos ainda os problemas de saúde que se agravam a olhos vistos, desde cancro a doenças psicológicas, elevadas taxas de suicídio, violência doméstica, enfartes, stress, etc.
Enfim todos os sectores sociais, saúde, ambiente, economia, demonstram de uma forma outra, deficiências, fruto de um sistema que já não serve Vida.

São estas e muitas outras razões que apoiam o inevitável, a Mudança de um sistema para outro.

Hoje os noticiários falam-nos do aperto na economia, da necessidade de fazer mais e mais sacrifícios, perante uma sociedade que está á beira de um ataque de nervos. São já visíveis os primeiros sinais desta era de mudança, com Países que mostram uma revolta perante um sistema que já nada mais consegue oferecer.
Os défices são cada vez mais elevados, o endividamento parece não abrandar, e as preocupações em controlar o mesmo aumentam.

Se olharmos para o Mundo de forma muito simples, como se de um jogo se tratasse, veremos que o sistema está delineado ao fracasso, isto porque o objectivo favoreceu a separação a desigualdade entre a Vida.

Imaginemos que o jogo em questão têm apenas 3 jogadores, o rico o médio e o pobre, inicialmente todos possuem dinheiro para jogar. Mas lentamente um perde e fica sem dinheiro, fica assim fora do jogo, pouco tempo depois um segundo jogador perde, e também ele fica fora do jogo. Permanece apenas um jogador em jogo, que agora está sozinho e não pode jogar mais. Assim está o Mundo.

A globalização é de facto a União de todos, uma união que acabará por se realizar, mas só após o fim do jogo.

Toda a história, todo o jogo, serviu apenas um só propósito, o de experimentarmos a Vida, pois a Vida é isso mesmo Pura experiencia, onde tu eu ele e todos validamos o que serve ou não á Vida.

Hoje inúmeros perguntam de forma céptica como mudar, como fazer esta mudança? A resposta está em aceitar de forma Consciente, estando mais Conscientes de quem somos como VIDA.

A Vida é sinónimo de abundância, o ar que respiramos, o sol que nos ilumina, a água que nos limpa, enfim a natureza que floresce, é de extrema riqueza, tudo se transforma tudo muda. Aceitar a Mudança é seguir o seu Coração, é não oferecer resistência, nem culpabilizar o próximo, é sim SER o exemplo, e com isso procurar dentro de si o que o faz Feliz.
Que profissão que tarefa quer você realizar neste Novo sistema, neste Novo Mundo? Que já nasce aos olhos e pelas mãos de alguns.

Esses “alguns”, são pessoas que fazem-no simplesmente porque o velho já não os serve, fazem-no porque seguem o Coração, são genuinamente Felizes a faze-lo, fazem-no porque sabem que é na simplicidade e no Amor com que o fazem que está a Felicidade.
Verá que aquilo que o faz Feliz é Criação, é partilha para com o todo. Em tempos Agostinho da Silva disse: O Homem não nasceu para trabalhar ele nasceu para Criar.
O Novo Mundo, o Novo sistema é um sistema de auto sustentabilidade de Criação Originalidade e genuinidade, onde a solução aparece de forma livre e espontânea. Porque a Vida em si assim acreditou assim permitiu.

São inúmeros os sinais deste Novo Mundo que surgem de forma muito subtil em todo Mundo. Como a Flor de Lotus que nasce em pleno pântano, assim é a Vida neste Planeta, o Novo Mundo está assim a nascer de forma embrionária, novas soluções alternativas estão já em andamento.

Está já em curso um movimento intitulado “Cidades em transição” que visam transformar as cidades em ambientes sustentáveis, menos dependentes do petróleo e mais integrados à natureza. Veículos movidos a AR, Gás, Biodisel, Eléctricos, Energia Solar são já uma realidade e a futura geração a ser comercializada. Eco aldeias, eco projectos, eco quintas, permacultura, etc. Estas e muitas outras iniciativas são hoje uma realidade.


Uma realidade que irá mudar o Mundo para sempre, onde o líder do mesmo será a “Consciência da Vida para com própria Vida”.

Um comentário:

estrelkdanza disse...

Que bom ler as tuas palavras, tão cheias de Sabedoria e Verdade. É realmente importante caminhar em direcção ao Novo Mundo, de coração aberto, em Amor. =)
* brilha